Diversidade como alavanca de disrupção

Empresas tradicionais, bem como startups, estão em busca de grandes ideias que possam revolucionar seus produtos e serviços através de soluções cada vez mais inovadoras, aumentando e potencializando as boas reflexões que culminarão em melhores soluções.

Busca-se, cada vez mais, diversificar o perfil dos colaboradores e principalmente das lideranças, pois somente a pluralidade de pensamentos e ideias podem provocar uma amplitude de boas soluções. Sabemos também que empresas com uma maior diversidade na liderança e processos realmente inclusivos têm maior produtividade, mais senso de pertencimento e melhor clima organizacional.

Portanto, se sua empresa busca aumentar sua criatividade e inovação é necessário ter uma liderança mais diversificada, o que ainda não é uma realidade para a maioria das empresas tradicionais. Assim sendo, aí vão algumas dicas:

1º Acredite que a variedade de ideias vai promover a solução mais criativa e inovadora;

2º Quanto mais recortes da sociedade as empresas tiverem em sua alta liderança, mais amplas e assertivas serão as discussões;

3º A aceitação e compreensão do diferente, frente a padrões pré-estabelecidos por questões culturais, educacionais e exemplos, é um processo individual que demanda tempo para assimilação. Portanto, ter diversidade e inclusão como estratégia significa estabelecer uma jornada de transformação cultural e individual nos colaboradores.

FAÇA UMA AVALIAÇÃO EM SUA ORGANIZAÇÃO:

- A sua alta liderança tem um perfil variado? Por “variado” leva-se em consideração: gênero, raça, segmento, educação, idade etc.

Traga o assunto para discussão! Inclua sua empresa nessa nova onda. Esse é um caminho sem volta para quem quer estar no futuro.

Adriana Camargo, diretora executiva da LEW Company, consultoria especializada em diversidade nos recortes gênero e raça. Possui 20 anos de experiência na área automotiva no segmento de autopeças, como diretora de vendas e desenvolvimento de novos negócios.

0 visualização